Archive

Posts Tagged ‘The Secret Life of The American Teenager’

Teenager: ZzZzzzZzz

3 setembro, 2008 3 comentários

Todo mundo sabe que Amy está grávida, sua família, amigos e até inimigos. Ela também pensou em aborto, e, em todas possibilidades para o futuro do bebê. Ela fez tudo o que eu queria, mas mesmo assim The Secret Life Of the Amerian Teenager não está conseguindo me prender. Com isso, eu me pergunto, o problema é comigo? Bem, acho que não.

Teenager (1×04/1×05): Mudanças, mudanças e mais mudanças.

11 agosto, 2008 1 comentário

Nem vale apena comenta o episódio 1×04, pois ele foi ruim, muito ruim mesmo. O episódio passou todo o tempo falando de um evento que aconteceu com a Grace e o Ricky, dois personagens que estão entre os piores da série.

Já no episódio 1×05… Brenda Hampton revolucionou, mudou quase toda a história da série. Rumos foram mudados, histórias acrescentadas, alguns personagens esquecidos… Enfim, “The Secret Life of…” apresentou o seu melhor episódio.

Ainda no início do episódio Ben propôs Amy em casamento, isso porque ele suspeitava que sua namorada estava grávida. Com isso ela confessou tudo, confessou também que Ricky é o pai da criança, que ele não sabe, e, que ela não sabe o que fazer.

Depois disso, finalmente Amy cogitou a hipótese de um aborto, não que ela vá fazer, mas ela esta interessada na idéia. E, pessoalmente eu acho que isso faz muito bem para a série, um pouco mais de drama. Ainda tivemos o pai da Amy abandonando sua família, e isso para ficar com a mãe da Adrian. Mundo pequeno, não?

E, para minha felicidade, Grace e Jack se revoltaram. O garoto disse para sua ex-namorada que não à amava, que ele só estava com ela para agradar seu padrasto que é o pastor da igreja deles, com isso o bobão do Jack marcou pontos na série. Não dava mais para agüentar mais ele com aquele papo de virgindade e blá, blá, blá.

Depois de eu tanto reclamar da irmã da Amy, parece que finalmente a garota pegou o jeito da coisa, e isso graças a mais uma das mudanças que a série sofreu. Se antes a garota se vestia com um visual ultra-dark, agora ela é mais uma garota normal, que consegue perceber tudo e, acaba sendo o elo forte de sua família destruída.

E, além do Ben descobrir que Amy está grávida, todos acabam descobrindo isso. Segundo a série, é porque os sinais da gravidez estão evidentes, para os alunos, o orientador da escola e até o psicólogo do Ricky, Amy está mais gorda. Coisa que eu, e acho que todos os telespectadores não conseguimos ver , nem imaginar, já que a garota não engordou nada. As únicas pessoas que não sabem sobre a gravidez, são o pai e a mãe da garota, isso com de prache.

Enfim, a série mudou e muito com esse episódio. Marcou pontos, ganhou um novo ar e folêgo. Vamos ver o que Branda Hampton tem para nos depois de tudo isso.

Tinha esquecido, mas a série ganhou o Teen Choice de “Melhor Série do Verão”, eu sei que não é grande coisa. Ainda mais sendo um “Teen Choice”, prêmio que declarou Chad Murray como melhor ator dramático, mas mesmo assim é um coisa.

MIDSEASON: O que assistir?

OKay… Eu estou desesperado! Depois de ver estréias extremamente bizarras, séries ruins mesmo, daquelas que nem merecem ser comentadas, e, também desistir de assistir alguns pilotos só pelo comentários de outros blogueiros. Eu realmente fiquei sem nada para assistir, ou pelo menos quase nada, nada comparado as mais ou menos 15 séries que eu prendo acompanhar fielmente na fallseason.

Um único fruto bom que eu consegui assistir colher dessa estiagem de séries foi Flashpoint, tudo bem que eu assisti até o segundo episódio, até agora não conseguir ver o terceiro, nem o quarto episódio da temporada, parece que meu servidor de internet está do lado das tvs à cabo. Porém até o segundo episódio da temporada a série me pareceu bem interessante e promissora.

Já em “The Secret Life of American Teenager”, a série se mostrou engraçadinha, meio infantil, porém como eu estou sem nada para ver, resolvi dar um chance e ver o que a vida secreta desta adolescente tem para mim. Até agora está tudo muito devagar, estou falando da série e das legendas, que demorar para sair 1×04.

Fora essas duas séries que eu colhida mid-season, ainda teve Swingtown, série que eu não consegui assistir após segundo episódio. Também teve Fear Itself, série da NBC, que eu não passei do piloto, série ruim, situações estranhas e quase nenhum medo.

No momento estou esperando pelo download de “The Cleaner”, série inspirada em uma história real, de um cara que passou por alguns experiências pessoais, ele acaba ganhando uma segunda chance e dedicando-se ajudar outros. Sei lá o que eu posso esperar com essa sinopse.

Fora as série da mid-season eu resolvi conferir algumas séries já veteranas, algumas eu adorei, como: Private Practice, Old Christine e Cold Case. Porém já alguma outras como: Heroes (A série tem um clima de mistério para nada, alguém é mal e algumas outras pessoas tem super poderes. Grande coisa!), Reaper (Série engraçadinha, mas não passa disso), Chuck (Gostei do clima da ação da série, nada mais que isso), não consegui gostar.

No momento estou conferindo uma ótima veterana, isso graças aos conselhos de algumas pessoas que passam por aqui. Me arrependo amargamente de não ter visto a série antes. Pois Grey’s Anatomy é ótima (Aguardem comentários).

Com tudo isso concluo meu pensamento de que a mid-season é um porre, e, eu estou sem quase nada para assistir…

Teenager: A coisa começou a melhorar… Ou não?

1×03 – I Feel Sick.

Acho que aconteceu o que todas esperavam, finalmente Amy contou para alguém da família que está grávida. E com isso, com toda certeza a série ganha muito, não dava mais para agüentar essa garota tentando esconder de todos a verdade, já estava até ficando chato.

Aparentemente os dois primeiros episódio vieram para nos apresentar a trama, já esse terceiro veio para apresentar as trama aos personagens, não sei se isso faz sentido, mas é verdade. Além de Amy contar para a irmã que está grávida, só agora os verdadeiros sintomas da gravidez começaram a aparecer, Amy até vomitou no parque. E também aquela médica que a garota tinha ido no piloto, apareceu e está disposta a ajudar ela a contar aos pais sobre sua gravidez.

Somente agora eu assisti Juno – Um filme bem legal, engraçadinho, mas não é para tanto – E, é impossível não fazer entre o filme e a série, eu estou gostando de Amy não desistir do bebê, diferente do que Juno fez (Porém no filme eu adorei o fato do bebê ter ficado com a Jennifer Garner), mas acho que ele deveria facilitar as coisas, assim com fez a garota do filme e isso o mais rápido possível, para o bem da série.

Pelo que eu percebi a série não tentou passar nenhuma lição de moral neste episódio. Ao invés disso se focou em desenrolar a série e mostrar um caminho para todos os personagens. Não consigo entender o que Ricky, o garoto pegador da série, irá ganhar ao ajudar o casal insuportável de virgens, Grace e Jack.

Para tentar concluir esse review, vou falar mal dos horríveis atores da série. John Schneider, pai do SuperBoy de Smallville está péssimo na série, olha que ele tem um roteiro consideravelmente bom, ele poderia ser um perfeito pai chato na série, mas ele acaba sendo um perfeito ator insuportável. Greg Finley, que faz Jack, é gigantesco e super desenvolvido para fazer um adolescente de 15 anos, fora que sua atuação é ruim, ruim que dói. No post passado eu falei que a irmã da Amy era ruim, e repito isso mais uma vez, essa garota não sabe atuar, ela estraga as cenas que eram para ser boas.

Por outro lado, ainda temos Molly Ringwald que vem ganhando espaço na série, ela vem vindo muito bem, também eu  não poderia esperar e ter menos dela. Josie Bissett também vem vindo bem, só que não vejo com o papel dela poderá crescer para ela ter mais destaque na série, uma pena. E, por último Shailene Woodley, alguns não gostaram dela, mas eu sim, okay, no piloto ela estava ruim, mas ela melhorou, acho que os defeitos que as pessoas apontam na atuação da atriz são propositais, já que, é para Amy parecer um garota insegura e com medo.

Eu, como muitas pessoas que apostam na série, irei esperar por mais alguns episódios, já que com esse episódio eu vi uma luz no fim do túnel e que as coisas podem ser melhores. Acho que estou criando uma grande expectativa para Amy contar a verdade aos pais dela. Mas, quando ela fizer isso, o que vai ser tão secreto na vida dessa adolescente americana?

Teenager e seu segundo episódio.

21 julho, 2008 3 comentários

The Secret Life…: 1×02 – You’re My Everything

Nesses praticamente oito meses de blog, não me lembro de ter visto uma série dividir tantas opiniões. Todos apontaram alguns defeitos, alguns gostaram do resultado final, outros odiaram. Eu gostei, achei  bem satisfatório, como eu li por ai, “Nós não podemos esperar muito da ABC Family”.

Um dos maiores defeitos apontados por todos, é a série assim com quase todos os programas da emissora, quererem nos passar a tal lição de moral. Na minha opinião, eles podem passar o que eles quiserem, já que eu só absorvo o que eu quero. Porém eu não gostei muito deles tratarem o sexo como uma coisa suja. Pelo amor de Deus, que não fez ainda, mais cedo ou mais tarde vai fazer.

Nesse segundo episódio pude ver algumas coisas com mais clareza, como por exemplo, como aquela atriz que faz a irmã da Amy é ruim, na verdade acho que ruim é pouco ela é horrível, bizarra, porém ela ainda é jovem, então pode melhorar. Também percebei que o elenco estava bem mais entrosado, Amy e Ben, estava bem mais soltos. E, não é que eles combinam como um casal! São realmente gostosos de se verem juntos.

Como esse episódio vi uma atriz teen despontar na frente de todo elenco, Francia Raisa, a garota que interpreta a Adrain é realmente boa, e não estou falando isso por causa da forma física da garota, ela convence, não sei se é uma personagem fácil, mas realmente ela manda bem.

Eu sempre pensei que a história da Amy com o Ricky ficaria um bom tempo oculta, mas não ficou tudo  chegou aos ouvidos do Ben neste episódio. Com isso fiquei curioso para saber o que Brenda Hampton está planejando para a série. Falando nisso, eu não consigo ver a Amy como mãe e ainda mais prendendo o Ben com ela, será que irá pintar um aborto por ai?

Quem não gostou do primeiro episódio, não irá mudar de opinião com o segundo, já que ele segue mais ou menos o mesmo esquema. Algumas conversas sobre sexo, algumas piadinhas, várias cenas no corredor da escola e claro, a bendita lição de moral, que não serve para nada. Vou dar mais uma conferida na série, ver mais alguns episódio, estou esperando por um pouco mais de “ação”, o que me resta é aguardar, aguardar e aguardar…

The Secret Life of the American Teenager

11 julho, 2008 8 comentários

O que eu poderia dizer? The Secret Life of American Teenager é um série inocentemente bem bolada. Apesar da protagonista da história estar grávida, a série não passa de mais um drama teen, só que desta vez com a promessa de ser um pouco mais dramático. Porém, sinceramente eu não sei como ele conseguirão fazer essa coisa mais dramática, já que o clima da série é bem relax e em certo momentos ela chegou até me lembrar “That’s So Raven”, principalmente pelo cenário – É o mesmo, não?

Na minha opinião essa coisa de inocênte/pervertida da série foi um tacada em tanto. Enquanto Gossip Girl aposta em uma falsa elite de uma falsa Manhattan, The Secret Life of American Teenager aposta na vida como ela é, bem real, só que com alguns enfeitinhos, até porque se a série não enfeitasse não seria uma série.

Se alguém em perguntar se eu gostei da série eu responderei quem “Sim, eu adorei!”. O roteiro é bom, a premissa interessante e o elenco é legalzinho e vindo da ABC Family a série é maravilhosa.

No começo do episódio eu achei que a protagonista decepcionou, a garota foi meio plástica, não sei se foi isso que ela quis passar, mas não agradou. Apesar que com o passar dos minutos ela foi ficando mais solta e foi melhorando. No restante do elenco nós temos grandes nomes, grandes mesmo, Molly Ringwald, Josie Bissett e John Schneider são os mais conhecidos, porém todos eles tiveram pouco destaque, pois a série ficou na mão dos teens, que por sinal são ótimos atores.


Depois de eu ter falado tanto, deixe-me apresentar a série. “The Secret Life of the American Teenager”, conta a história de Amy, uma adolescente, meio bobinha e iludida que acabou ficando grávida de um cara que não ao mesmo ter certeza de qual é o nome dela. Se vendo nessa situação a garota, com a ajuda de suas amigas entram em um plano para arranjar um pai para o bebê, unindo o útil ao agradável.

A sinopse pode até parecer boba, mas na verdade não é. A série irá mostrar o que uma garota grávida com medo dos pais e da reação do sociedade é capaz de fazer. Além de Amy, no piloto nos pudemos ver ótimos personagens tanto com dramas pesados como com personalidades irreverentes.

Para as pessoas que sempre reclamam de séries teen que tem sempre a mesma história, ‘The Secret Life of the American Teenager” é uma boa pedida. E, vale lembrar que a série é escrita por Brenda Hampton de “7th Heaven” e “Mad About You” – E, não me digam “Grande coisa”.

E por fim, vamos falar de números. Na sua estréia, a série teve 2,8 milhões de telespectadores, se tornando a melhor estréia de uma série na ABC Family e o segundo programa mais assistido da história da emissora, ficando atrás somente da season finale de Kyle XY que registrou 2,9 milhões.