Arquivo

Posts Tagged ‘30 Rock’

Emmy 2009: O fim do imperialismo de 30 Rock… ou quase.

21 setembro, 2009 4 comentários

emmy2009es

Eu não levaria a sério um cara que coloca Blake Lively como destaque só por seu vestido extremamente descotado. Mas, enfim…

Não posso dizer que fiquei super contente com essa edição do Emmy, mas também, ninguém nunca fica. Eu sei, foi extremamente difícil engolir a vitória Jon Cryer e nesse momento todos nos perguntamos: “Kanye West, cadê você?” – Mas teve muita coisa merecida, como a vitória de Toni Collette mostrando que Tina Fey é somente uma mulher, não uma máquina de engolir prêmios. A digníssima vitória de Kristin Chenoweth, gente, ela chorou, quem vai repudiar após isso? Até eu que torcia loucamente pela vitória da Jane Krakowski me rendi.

Brian Cranston mostrou que é o cara mais foda do mundo – Dude, you’re my idol! – e que além de ter passado anos arrasando em comédia com Malcolm, sua vibe de ator de drama durou mais do que um ano e ele ganhou seu segundo Emmy consecutivo por Breaking Bad. Gente, ele é perfeito como ator.

Confesso que não gostei muito da vitória de Michael Emerson, assim como a de Mad Men e do milésimo Emmy da Gleen Close. Mas, fazer o que? Aaron Paul teve um trabalho melhor que o de Emerson. Breaking Bad não é boring como Mad Men e teve a temporada mais foda EVER. E Kyra “Bacon” Sedgwick nunca ganhará nada, assim como o Michael C. Hall. Fazer o quê?

Além de todo mundo lindo no tapete vermelho, os prêmios dignos ou não, eu senti outra coisa no ar: Um lindo boicote de Katherine Heigl e todas as donas de casa da ABC (exceto Dana Delany), não foi lindo, digno e lííííííííímpido?? Acho que esse foi um dos maiores motivos que me faz amar esses prêmios: guerrinhas de ego.

Já a apresentação não poderia ter ficado em melhores mãos, Neil Patrick Harris foi o melhor host possível. Arrasou. Engraçado sem ser piegas e apelativo. E até D-A-N-Ç-O-U e C-A-N-T-O-U. Foi simplesmente, demais.

Mas, enfim, os vencedores da 61ª edição do Emmy:

Série Dramática: Mad Men

Série Cômica: 30 Rock

Melhor Ator de Série Dramática: Bryan Cranston, de Breaking Bad

Melhor Atriz de Série Dramática: Glenn Close, de Damages

Melhor Roteiro de Série Dramática: Kater Gordon e Matthew Weiner, de Mad Men

Melhor Direção de Série Dramática: Rod Holcomb, de ER

Melhor Atriz Coadjuvante de Série Dramática: Cherry Jones, de 24 Horas

Melhor Ator Coadjuvante de Série Dramática: Michael Emerson, de Lost

Melhor Programa de Variedades, Musical ou Comédia: The Daily Show with Jon Stewart

Melhor Música Original: Hugh Jackman pela apresentação de abertura no Oscar 2009

Melhor Roteiro para Programa de Variedades, Musical ou Comédia: The Daily Show with Jon Stewart

Melhor Direção de Programa de Variedades, Musical ou Comédia: Bruce Gowers, de American Idol

Melhor Minissérie: Little Dorrit

Melhor Filme feito para Televisão: Grey Gardens

Melhor Atriz de Minissérie ou Filme feito para Televisão: Jessica Lange, de Grey Gardens

Melhor Direção de Minissérie, Filme ou Especial Dramático: Dearbhla Walsh, de Little Dorrit

Melhor Roteiro de Minissérie, Filme ou Especial Dramático: Andrew Davies, de Little Dorrit

Melhor Ator de Minissérie ou Filme: Brendan Gleeson, Into the Storm

Melhor Ator Coadjuvante de Minissérie ou Filme: Ken Howard, de Grey Gardens

Melhor Atriz Coadjuvante de Minissérie ou Filme: Shohreh Aghdashloo, de House of Saddam

Melhor Reality Show de Competição: The Amazing Race

Melhor Apresentador de Reality Show ou de Reality Competitivo: Jeff Probst, de Survivor

Melhor Ator de Série Cômica: Alec Baldwin, de 30 Rock

Melhor Direção de Série Cômica: Jeffery Blitz, de The Office

Melhor Atriz de Série Cômica: Toni Collette, de United States of Tara

Melhor Ator Coadjuvante de Série Cômica: Jon Cryer, de Two And A Half Men

Melhor Roteiro de Série Cômica: Matt Hubbard, de 30 Rock

Melhor Atriz Coadjuvante de Série Cômica: Kristin Chenoweth, de Pushing Daisies

Anúncios

Carnival in Series

24 fevereiro, 2009 8 comentários

Carnaval e o blog esquecido… Uma beleza! Para ajudar as visitas lá embaixo (uma semana sem atualização, o que eu esperava?). Página dos Episódios Vistos totalmente desatualizada. Muitos episódios vistos. E nenhum review escrito – Graças a Deus que o Carnaval é somente uma vez no ano.

Então, tentando tirar o atraso, abaixo serão feitos alguns breves comentários sobre as séries vistas nessa quase uma semana de paralisação:

# Sabem qual foi meu primeiro grande vício? Desperate Housewives. Marc Cherry foi genial na primeira temporada da série, mas também, ele ficou 10 anos idealizando e fazendo adaptações. Agora nesta 5ª temporada, eu penso: “Porque ele não ficou 10 anos planejando esta temporada também?” – De gênio, Marc Cherry passou a um grande canastrão. Temporada fraquíssima. No último episódio (semana passada) não aconteceu nada. A série está monótona. Eva Longoria foi apagada. Felicity Huffman está sendo menosprezada. A Bree de Marcia Cross está se tornando so boring… Prefiro nem falar da Teri Hatcher. Dana Who? E para meu desespero total, a personagem mais cool/bitch da série vai embora. Esperta ela, pulou do barco no meio do naufrágio.

# 1ª, 2ª e 3ª temporadas impecáveis, mas ai veio a 4ª temporada (que tentou inovar), mas lá foi o Michael Emerson mover a ilha e a bizarrice começou. Estou achando a atual temporada de Lost um porre e apesar do excelente último episódio a série não me anima com antes. As perguntas são ótimas, mas as respostas são sem inspiração. E será que eu vou ter de 40 e poucos minutos para ver uma cena de tirar o fôlego? Mas ai, no próximo episódio, a bendita não passa de um flerte! Ah! E para mim o Locke não está morto… I don’t know why, mas aposto isso.

#Outra série que se tornou completamente “SO BORING” foi Skins. Oh my God! O que está acontecendo com essas séries? Todas as séries que foram brilhantes em algum momento se tornaram tão entediantes! Vejam Skins como exemplo, o pior caso de todas as séries da minha categoria SO BORING, no episódio Freddie não consegui passar dos 12 minutos e existem dúvidas profundas no meu íntimo (hello?) sobre voltar ou não para ver o episódio. Skins está tão bizarra e pobretona que estão até economizando tecido nas roupas da Effy! Ah, é intencional… Esse mundo está perdido. Mas falando nisso, ela tem o que mostrar? (Só se for ao padrão britânico, porque para os brasileiros, ela não passa de uma tábua – #prontofalei)

#Também assisti a segunda parte do crossover de Grey’s e Private – Amei! – Podem me crucificar, mas Grey’s Anatomy é a única série que está me empolgando nesta atual temporada – Vejam o nível da coisa – A segunda parte do crossover veio (assim como eu disse) para mostrar que Patrick Dempsey pode ser mais que só um cabelo bonito (?) e realmente ele estava bem – “Doctor… or God?” Adorei isso – Também teve minha canastrona Kate Walsh que eu adoro adorar, ela também estava boa e ainda mais discordando o tempo todo do seu ex. Mas quem está chamando minha atenção é a Izzie, que definitivamente não está com anemia. A morte chegando à Seattle? Callie é outra que sempre me empolga, mas para quê enrolar tanto. Sério que a Arizona tem uma parceira? Eu preferia que as duas tivessem que lidar com o preconceito no hospital do que a isso. Até porque sei como vai terminar, logo, logo a parceira da Arizona irá embora, sem mais explicações (a cara da Grey’s, não?) ou morrerá (vejo isso numa season finale).

#Private Practice não é mais a mesma. Sério, esse crossover não fez bem a série. Eu não consigo parar de comparar um episódio comum da série com o episódio crossover e quanta diferença. Archer foi embora? De novo? E meu Deus, como eu adoro a relação Violet, Cooper e Charlotte. E também até hoje estou esperando o Dell voltar a dar em cima da Naomi. Até hoje não entendi porque essa trama parou do nada.

#Assisti um episódio perdido de 30 Rock no meu PC (estou um pouco atrasado com a série), episódio em que a Liz abre a camisa e começa a dançar para tenta apagar da mente dos “caras poderosos” o método de estimulação do Jack. Jenna estava demais no episódio. E, o Kenneth é legal, mas não sempre… Excesso de ingenuidade cansa, às vezes.

#Um poucos antes de ver 30 Rock, assisti Old Christine. Ela é tão hilária. E podem discutir comigo, mas para mim Old C. é o melhor sitcom em exibição (Desculpa Tina)

#Estou acabando com a segunda temporada de Brothers & Sisters, eles são tão cool. Queria ser um Walker bastardo (Mãe? Pai?). Adorei ver a Sara cantando Cher no barzinho gay. Será que somente eu acho o Scotty um porre? O pastor McCallister era chatinho, mas mesmo assim era mais legal (!). Sinto falta do Chad. Kevin merece algo melhor. E faltam somente dois episódios para acabar a temporada (para mim) e até agora não vi como esse “casamento” do Kev com o Scotty vai acontecer, só por causa do seguro? Sem amor? Isso é tão Old Christine. Oops, mas a Rebecca não é mais Walker? Vai ter incesto não incestuoso, não? Ah! E será que somente eu não gosto do Justin? I LOVE KITTY WALKER!

#E a pedido de Gabriela Spinola e Thais Afonso – Que pretendem dominar o mundo… Ou, pelo menos fazer todos assistirem Criminal Minds – acabei vendo alguns episódios da série. Que como uma boa série policial é totalmente previsível. Acho que todo mundo sabia que o carinha do episódio 2×14/15 ficou traumatizado com a criação do pai e começou a ter múltiplas personalidades. Mas pelos menos Criminal Minds é legal (pelo menos isso), mas, contudo não tem um grande ator e nem um grande personagem carismático (exceto o Raid). E uma dúvida: É sempre assim ou o Hotch Gideon só fez besteira nos episódios que eu assisti? Tô achando que é uma característica. E, eu não entendi a utilidade do narcisista que usa terno para a série.

Damages (2×02), 30 Rock (3×07) e Old Christine (4×13)

20 janeiro, 2009 9 comentários

Damages, 2×02: Burn It, Shred It, I Don’t Care

dam00002

Após a estranha season premiere parece que em seu segundo episódio Damages se encontrou e nos deu um episódio perfeito. Como direito a planos sobre planos e todo mundo querendo a cabeça de Patty Hewes.

A entrada de Marcia Gay Harden como Claire Maddox não poderia ser melhor e a ligação dela com o personagem do William Hurt não poderia ter sido mais animadora. Será que esses dois também estão querendo também a cabeça de Patty ou isso é só mais uma coincidência de Damages? Leia mais…

Vencedores do Globo de Ouro 2009

12 janeiro, 2009 8 comentários

30rock1

Em duas palavras: Totalmente previsível – Quem é bom é bom e nem entremos em mérito quanto a isso. A premiação foi tão previsível que das minhas apostas só foi cometi um único erro: Anna Paquin – Não é que eu tenha a subestimado a atriz, ela até era minha alternativa, mas apostando da onda Mad Men escolhi January Jones. Confira abaixo os ganhadores:

anna1Melhor série dramática -“Mad Men”

Melhor série de comédia – “30 Rock”

Melhor minissérie ou filme para TV – “John Adams”

Melhor ator em série dramática – Gabriel Byrne (“In Treatment”)

Melhor atriz em série dramática – Anna Paquin (“True Blood”)

Melhor ator em comédia ou musical – Alec Baldwin (“30 Rock”)

Melhor atriz em comédia ou musical – Tina Fey (“30 Rock”)

Melhor atriz em minissérie ou filme para TV – Laura Linney (“John Adams”)

Melhor ator coadjuvante em série, minissérie ou filme para TV – Tom Wilkinson (“John Adams”)

Melhor ator em minissérie ou filme para TV – Paul Giamatti (“John Adams”)

Séries em série: 30 Rock (3×06), Old Christine (4×12) e Terminator (2×13)

19 dezembro, 2008 6 comentários

30 Rock, 2×06: Christimas Special.

Essa temporada de 30 Rock está simplesmente fantástica! Nem ligo tanto para as participações especiais, já que o episódio passado – que para mim foi o melhor da temporada – nem teve participação alguma. Mas sim pelo roteiro e a atuação de Tina Fey – Que até então, aos meus olhos nunca havia sido digna de um de seus milhares prêmios, mas nesta temporada…

O especial de Natal de 30 Rock contou com a participação de Elaine Stritch, uma participação que não é tão especial assim, já que a atriz bate cartão no mínino uma vez por temporada. Mas posso dizer, essa foi sua melhor participação. Leia mais…

Sit.com: Liz Lemon and Samantha Newly

15 dezembro, 2008 7 comentários

30 Rock, 3×05: Reunion

Sem grandes participações especiais e apostando na química entre Tina Fey e Alec Baldwin, 30 Rock exibiu um dos melhores episódios de sua história e o melhor desde o final da primeira temporada.

Leighton Meester e Blake Lively devem estar querendo se matar nesse momento (ou no momento em que o episódio foi exibido), pois era para as duas serem as grandes participações desse episódio. Mas, como elas não toparam, acabaram de perder uma grande chance de se tornaram ainda mais reconhecidas e desta vez por outro público além do teen. Leia mais…

Séries da semana: De tudo um pouco.

3 dezembro, 2008 7 comentários

Na semana passada muitas das minhas séries não foram exibidas: Desperate Housewives, Gossip Girl, Grey’s Anatomy e se não me engano, Private Practice. Então essa semana irei fazer um resumão com tudo que eu vi nesse final de semana que passou. Entre as séries comentadas estão: Old Christine, um episódio atrasado de Private Practice, Cold Case, Samantha Who? e 30 Rock.

The New Adventures of Old Christine, 4×10: Guess Who’s Not Coming To Dinner

Leia mais…