Início > private practice > Private Practice – 3×05: Strange Bedfellows

Private Practice – 3×05: Strange Bedfellows

pp

A intenção de Private Practice sem foi ser uma série mais madura e isso seria o que a diferenciaria de Grey’s Anantomy. Esse fator “maturidade” começou desde a apresentação dos personagens, mas só foi ficar claro nesta 3ª temporada.

É incrível perceber que Private Practice conseguiu chegar e achar sua verdadeira identidade somente agora, três temporadas após sua estréia. Private Practice é uma série madura. Série para gente grande. Finalmente, após três temporadas, as comparações com Grey’s Anatomy podem parar e se forem para continuar, começo a pensar que pelo menos o episódio desta semana da vida da Addison foi melhor que a da Meredith, ou melhor, Derek.

“Strange Bedfellows” apostou em alguns fantasmas da temporada passada, como Katie, a paciente de que roubou o bebê da Violet e Zoe e Amélia, personagens que na season finale passada foram inseminadas pela Naomi e com um erro, uma carrega o bebê da outra.

Contudo a personagem que mais me anima em Private Practice ultimamente é a Charlotte e sim, ela trabalhará no Oceanside Wellness e o melhor, como uma sexóloga. E a personagem nem começa e já tem que enfrentar seu primeiro problema, o machismo de seu namorado Cooper, que passou o episódio todo fazendo birra. Por fim, os dois entram em um acordo e Cooper “é um homem” para a Charlotte.

Como já foi comentado no meu último texto, Sam está ganhando espaço, muito espaço aliás. Quando que a Violet desabafaria com ele ao invés do Cooper? Enfim, a personagem está ganhando espaço e está fazendo bonito. Taye Diggs está ótimo e agora só nos resta esperar pelo desenrolar da trama do personagem e sinceramente, espero que ele não tenha desistido da cardiologia por que o que falta em Private Practice são algumas cirurgias a mais e como as fãs já comentaram, em Seattle, terra da Miranda, também está faltando um deus da cardio. Quem sabe, não?

Com Sam ganhando espaço foi Naomi quem saiu perdendo. O tempo de tela de Audra McDonald foi drasticamente diminuído e com isso começo a pensar se realmente Naomi ter ido para a outra clínica foi um bom começo. Mas, bem, pelo menos ela e Addison voltaram a se falar e talvez com isso, Audra volte a aparecer mais com sua Naomi.

Enquanto tudo isso acontecia, Violet vivia dilemas com o julgamento de Kate. Esse episódio foi praticamente um divisor de águas para a personagem, foi sua redenção e muito provavelmente no próximo ou nos próximos episódios Violet volte ao seu normal. Não me canso de dizer que Amy Brenneman está em seu melhor momento, a trama da Violet foi praticamente um presente para a atriz e que ela desempenhou muito bem.

E foi com tudo isso que Private Practice mostra sua verdadeira cara. Não perde tempo com problemas amorosos e parte direto ao ponto, enfrenta seus problemas e entrega mais um ótimo episódio, que até agora faz sua 3ª temporada ser impecável.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: