Início > grey's anatomy, invasion, mercy west, seattle grace hospital > Grey’s Anatomy – 6×05: Invasion

Grey’s Anatomy – 6×05: Invasion

ga6x05

Nessa fusão com o Mercy West as necessidades do hospital mudaram. Apesar do desempenho avaliado, as maiores considerações são as orçamentárias. Não há mais espaço na equipe…

Odeio todos os médicos do Mercy West Hospital, também odeio o Chief Richard Webber, levemente odeio a Shonda Rhimes e estou começando a nutrir o mesmo sentimento pela Katherine Heigl. Mas com um episódio desses?! Ah, não tem como.

O acontecimento mais esperado da temporada aconteceu, os médicos do Mercy West finalmente chegaram ao Seattle Grace Hospital e como nada menos que um episódio brilhante era esperado, “Invasion” não poderia ter sido melhor. Mas, não foram somente os novos médicos que chegaram, ainda tivemos retorno de alguns antigos personagens, casos dignos de crossover e ainda por cima, uma demissão. Realmente, não poderia ter sido melhor.

A comparação com os novos médicos foi brilhante: bactérias – eles infectam seu corpo e fazem de tudo para acabar com ele e vencer; os médicos do Mercy West são bactérias, víboras e até o menos odioso é totalmente “odiavel”. Sarah Drew, Nora Zehetner, Robert Baker e Jesse Williams são os atores que dão vida para os novos personagens, que já chegaram deixando marcas.

Drew, que interpreta April, no caso seria a menos “odiável”, sua trama foi ao lado da Little Grey que com toda sua memória fotográfica e elogios rasgados pelos outros médicos não conseguiu segurar a barra e apelou, uso o livro de anotação de April para tirar vantagem, mas nesta situação, quem faria diferente? E além do mais, Lexie acabou até pedindo desculpas.

Já Williams chegou para ofuscar Christina Yang e quem é louco de fazer isso? Bem, parece que o Dr. Avery (personagem de Williams) é e isso fez Yang, a rocha de Seattle, desabar e chorar, chorar e chorar, como nunca visto antes, até o nome do Burke ela citou. As coisas realmente estão tensas.

Enquanto isso, Ellen Pompeo, que não irá mais fazer uma pausa nas gravações, ficava deitada em sua maca como Meredith e queria saber tudo que acontecia nos corredores do seu hospital, queria saber o que as bactérias estão fazendo e já os odiava com antecedência.

Callie lidou com o retorno de seu pai. E o que essa trama foi ótima, não? Mark Wilding, roteirista do episódio e, aliás, um dos melhores roteiristas da série, soube lidar perfeitamente com toda situação da “novidade” que a sexualidade de Callie é para sua família. Mas antes disso houve discussões fervorosas sobre religião entre a Dra. Torres e seu pai – O que é certo. O que seria errado. O que Deus desejou para nós – o texto foi ótimo. E Dra. Arizona, como grande amor de Callie conseguiu ajeitar tudo e o último diálogo de Callie e seu pai não poderia ter sido mais tocante, assim como toda essa trama.

Voltando para os novos médicos; Alex Karev dividiu seu caso médico com a Dra. Adamson (Nora Zehetner) e foi nesta storyline que houve mais concorrência. Os dois são animais e não estão dispostos a perder território, por isso, um sabotou o outro durante todo o episódio e acabaram colocando a vida do paciente em risco.

Mas nada foi tão tenso e tão dramático como o caso de Izzie Stivens. Ao lado de Robert Baker, ator que interpreta o mais odioso dos novos médicos, Dr. Charles Dennan, a Dra. Stevens fez com que a paciente não pudesse mais receber um rim, que já era seu por sinal, e os reflexos desse erro foram gravíssimos e irreversíveis.

Primeiro de tudo foi à senhora bronca que a Izzie recebeu da Dra. Bailey e que somada às preocupações do Dr. Hunt e Dr. Shepherd custou o emprego de Izzie que foi demitida pelo Chefe com o discurso que abre esta postagem, discurso montado pela mulher do RH. O desespero de Izzie foi tocante e talvez essa tenha sido uma das melhores cenas de Katherine Heigl em Grey’s Anatomy.

Como reflexo dessa demissão Izzie simplesmente abandonou Karev que desesperado e sem saber o que fazer correu para Meredith e Christina, a primeira operada, sem pode se mexer e a segunda sem emoções, não acabou sendo uma boa opção. Mas não é aceitável desistir e morrer, Karev terá que lutar.

Mas talvez o maior reflexo desse erro tenha sido o ida de Bailey para Private Practice. Pois é, Bailey e Addison novamente juntas. Bailey na praia. Bailey e seu affair da Califórnia…

  1. Danilo
    18 outubro, 2009 às 12:13 pm

    QUE EPISÓDIO FOI ESSE? =O
    Muito bom mesmo. Essa temporadá, até aqui, ta totalmente acima da média, não vi um episódio ruim, mas esse foi muito bom. Sandra arrasou. Aquele diálogo entre Callie e o pai dela com o padre foi muito bom. Odeio os MC’s, mas odeio de um jeito bom, haha. Lexie estava ótima. Nossa, odiei muito aquela bitch que ficou competindo com o Alex, mas acho que ela vai render bons momentos. To gostando tanto de Arizona e Callie de um jeito que não achei que gostaria. E realmente foi muito boa a cena da Izzie sendo despedida.
    Pelo que vi na promo e pelo que li por aí, o próximo episódio vai ser mais tenso ainda.

  2. 21 outubro, 2009 às 10:09 pm

    Acho que fui o único a não gostar desse episódio. Não só isso, até odiei quase tudo que foi apresentado, hehehe. Mas continuo firme e forte com a série, a esperança é a última que morre…

  3. mary
    24 outubro, 2009 às 5:31 pm

    Vi o episodio Só ontem e nao poderia passar sem comentar.

    Começar por onde? Ah deixe me ver,as “bacterias” ou “OS Laranjinhas” unico que vale a pena seguir é aquela que fico com Little Grey. Eu não preciso falar que não gostei nem do “CrazyNinja” da Yang e Mala do Charlie. Alias que tem tudo para ser um pamonha mor da temporada. Aquela que ficou com Karev tem tudo sim para ser a “Nova Cristina” competitiva e narcizista… Eles me agradaram? Sim. Mas ainda nao gosto deles. KKK
    Mais uma ves destaque para Yang, ver a Cristina chorando foi, tipo, “Meu Deus o mundo da Acabando” E ela sentindo falta do Burke foi d+

    E para terminar… Callie e Arizona

    Arizona Robbins, magnifica! Sem + o que falar sobre Jessica ea Personagem.
    Não Achei que gostaria tanto da Ariz quanto gosto dela. Ela contando para Senhor Torres sobre ser “O Bom homem na Tempestade” Foi emocionante. E Shonda deu uma brecha, para o que pode vir a ser um casamento entre as duas? Enfim Callie e Arizona Sao Sim, o CarroChefe da temporada, bom pelo menos por enquanto foram as que se sairam melhor nos episodios.

    Obs-> Ando escrevendo tanto sobre grey’s. KKKK
    Obs²-> Só eu que notei que Mark nao apareceu nesse episodio? E não fez falta nenhuma?

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: