Início > Death in The Family, private practice, season premiere > Private Practice – 3×01: Death in The Family (season premiere)

Private Practice – 3×01: Death in The Family (season premiere)

pp

“Yours, Mine and Ours”, foi a season finale da 2ª temporada de Private Practice e era para ter sido meu último episódio do spin-off de Grey’s Anatomy. Eu ia desistir, provavelmente assim como muitos outros, mas com o cliffhanger final e que ainda por cima envolveu a melhor personagem da série foi impossível não continuar e cá estou para comentar a season premiere da 3ª temporada que até levou um nome bem sugestivo: “Death in The Family”.

Shonda Rhimes apostou em dois elementos que ela mesma acaba tornar extremamente manjado. Enterros e antes disso, os melhores personagens de suas séries morrendo no último minuto da season finale.

O primeiro episódio desta temporada de Practice Practice começa o tal enterro, Pete chorando e Naomi e Sam ao lado. Violet não poderia ser, Rhimes não daria um tiro em seu próprio pé desta maneira. Poderia ser o bebê. Violet teria uma boa trama para trabalhar durante a temporada. Rhimes optou pelo fácil. Mas, antes disso…

Violet Turner é a Izzie Stivens de Private Practice. A personagem por muitas vezes carregou a série da Dra. Addison nas costas. Erro de Shonda Rhimes, que mostrou o lado omitido de Addison em Seattle, o lado da mulher que havia traído o marido com o seu melhor amigo.

E enquanto Addison ia sendo cada vez mais corrompida, os coadjuvantes de Private Practice, assim com os de Grey’s Anatomy, tomaram formas, ganhando destaque e muito seguidores. Foi assim que Violet tornou-se a melhor personagem da série. Foi por isso que Shonda a escolheu para o cliffhanger e só por isso que eu assisti esse episódio.

Confesso que comecei a assistir “Death in The Family” na defensiva. Eu não queria ser pego mais uma vez pela série. Seria a premiere e só. Mas quando o episódio começa, nós já vemos as mudanças em boa parte das coisas que mais incomodavam.

Addison começa se mostrar mais autoconfiante e indicar futuras mudanças. Enquanto isso, Pete, o personagem mais inútil de toda série, mostrou quem realmente é. Tentando arrumar a impressão que o personagem causou nas duas temporadas passadas através de flashbacks onde ele tinha sessões com Violet, Rhimes acertou. Aliás, ou a aproximação de Violet e Pete seria algo muito certo ou algo totalmente errado. Deu certo.

Pete é quem encontra Violet toda ensanguetada e sem o bebê, entra em choque, mas a leva para o hospital, afinal, ele não poderia perder outra mulher em sua vida. Com Violet seria menos “cruel” que na primeira vez, com sua esposa, mas ele realmente ama a Dra. Turner.

Addison dá o seu melhor para salvar a vida de Violet e o bebê que reaparece no hospital quando sua “mãe” vai a procurar de Cooper. Aliás, a atuação de Amanda Foreman é um dos pontos fortes do episódio e por sinal, ela esteve muito bem em todo arco proposto a Violet e Katie.

Violet é salva e o bebê também. Os últimos minutos do episódio são lindos, emocionante e nós ficamos sabendo, um pouco antes disso, que o enterro que acontece na cena inicial na verdade é um flashback das sessões de Pete e Violet, naquela cena Pete enterra sua primeira mulher e Violet o apoiava.

Private Practice começa muito bem, pra quem iria ver somente mais um episódio, Shonda Rhimes conseguiu uma façanha e vai me fazer ver mais um bom número de episódios. Muita coisa ficou “em aberto” nessa season premiere e Violet está viva!

  1. 5 outubro, 2009 às 12:32 am

    Excelente começo de temporada. EU confesso que também tinha me desanimado com “PP” ao longo da segunda temporada dei um tempo pra série porque não estava mais aguentando as apelações para os casos infantis ! Aconteceu que eu resolvi dar mais um chance pra série e retomei os episódios … a temporada foi correndo, algumas coisas legais e outras insuportáveis, mas veio aquela season finale que simplesmente ME OBRIGOU a aguardar ansioso pela premiere! Violet já foi minha preferida, tenho que confessar que hoje não é mais, porém não dá pra negar que a trama que a personagem ganhou foi excelente. A quase morte foi demais, adorei todo o suspense que o episódio trouxe (mesmo que excedido um pouco) e também gostei de ver um final feliz, apesar de que estava esperando que pelo menos o bebê tivesse morrido nessa! Aqueles flahes ajudaram ainda mais e deixaram as coisas melhores! Cooper e Pete se destacaram muito no episódio e mostraram o lado bom de embos os personagens. Eu gostei, gostei muito! Shonda acertou e também praticamente me obrigou a ver os epis´dios seguintes …

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: