Kings – 1×12: The New King, part 1

Faltando somente um episódio para seu series finale, Kings novamente apresentou seu “melhor episódio”. Quem não assiste a série pode até achar estranho ou um total excesso de demagogia, pois em qualquer comentário e qualquer blog aparentemente um episódio de Kings foi melhor que o outro, mas também quem não assiste não sabe o que está perdendo, porque sim, um episódio de Kings é realmente melhor que o outro!

Tudo começa com atuações brilhantes e um roteiro afiado, cheio de pontas, sim, mas pontas que se encontram.  Mas também quando tudo fica focada nas atuações nem tão brilhantes, ou no roteiro nem tão afiado, é que a série mostra que é uma das melhores, porque, não deve haver uma resposta lógica, mas nesses últimos episódios, o pior vem se tornando o melhor e mais uma vez a série surpreendendo.

Acho que todo esse papo de melhor/pior começa com o Macaulay Culkin, para mim o Culkin será o eterno esquecido por mim, por você, enfim por todos nós, o ator nunca me chamou a atenção em nada e quando seu personagem, Andrew Cross apareceu na série meu único pensamento foi de que essa participação era somente para chamar a atenção da audiência, mas o Culkin só cresceu dentro da série e seu personagem se mostra um dos mais misteriosos e para o series finale, eu tenho certeza de que ele promete. A personagem é uma víbora e eu tenho certeza que ajudará a Silas e David a derrubar seu próprio pai do poder.

E já que eu o citei, William Cross no inicio da temporada era um personagem que não me agradava nenhum pouco, mas olhe só com estamos, Dylan Baker me conquistou e seu personagem é essencial para a série, vê-lo castrando o Príncipe Jack na frente de toda a “corte” foi lindo, uma cena perfeita, tensa e digna de uma das melhores séries em exibição.

Mas cena perfeita mesmo foi dada (mais uma vez) por Ian McShane e Sebastian Stan, os dois atores colecionam as melhores cenas da série – a escadaria no primeiro episódio, a briga no episódio passado e essa: Prince Jack beijando o chão do Rei Silas. O que essa cena foi perfeita? Os dois atores estavam magníficos (magníficos mesmo) e arrasam. Sério, essa é uma das melhores cenas que eu já vi em toda minha vida de séries. Vou sentir falta de cenas como essa.

Quem também estava muito bem no episódio era Susanna Thompson, é incrível ver suas cenas com o McShane e uma coisa que eu adoro nessas cenas é a comprovação daquela frase: “por trás de todo grande homem, sempre existe uma grande mulher” – A Rainha manipula o Rei de tal maneira, assistir Kings é quase como assistir um jogo de xadrez, o Rei “morre”, o jogo acaba, mas a Rainha sempre é a peça mais poderosa do tabuleiro, é exatamente assim em Kings. Sem Rose, Silas não é nada.

Outra cena perfeita da série foi aquele mix do atentado contra o Rei e a resgate do David. Com direito a tiro no peito do monarca, príncipe Jack bancando o herói, a Rainha descabelada e desesperada, e claro, David sendo salvo.

Agora só falta somente um episódio para o fim definitivo de Kings, o que é uma pena, a série se mostrou genial em 80% de seus episódios, agora só nos resta lamentar e esperar por mais um episódio melhor que o anterior vindo de uma das melhores estreias dos últimos anos.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: