Início > Kings > Kings: Goliath (1×01/02), Prosperity (1×03) e First Night (1×04)

Kings: Goliath (1×01/02), Prosperity (1×03) e First Night (1×04)

nbc_kings_header

Fracassada em quando se fala em audiência, Kings mostra a história bíblica de David adaptada nos tempos modernos. Com um roteiro brilhante e um elenco afiadíssimo, essa série com toda certeza é a melhor estréia de 2009 e se seu cancelamento realmente vier acontecer será uma grande pena.

Kings começa pretensiosa com um piloto duplo, que até poderia vir ser seu maior inimigo, mas a série mostra que apesar de ter sido totalmente pretensiosa tinha bagagem para marcar e mostrar a que veio sem enrolar.

O piloto da série é marcado pela apresentação dos personagens mais importantes: O Rei Silas, brilhantemente interpretado por Ian McShane. David Sheperd, o novo herói nacional vivido por Christopher Egan (que eu conheço de Eragon). A Rainha Rose que até então era somente o mulher do Rei. Jack Benjamin, o príncipe herdeiro do trono de Gilboa. Michelle Benjamin, a princesa boazinha e apaixonada pelo mocinho da história. E por fim Reverendo Samuels interpretado no tom certo por Eamonn Walker.

Na história bíblica David torna-se conhecido por matar o gigante Golias e após isso ganha o direito de casar com a filha do Rei. Com isso após a morte do monarca David governa a tribo de Judá e o príncipe-herdeiro, Isboset, fica Israel e após a sua morte, David unifica os dois territórios. O resto dessa história assim como tudo que foi dito está na bíblia. O que interessa em tudo isso é o contexto, realmente na série David derrota Golias (Goliath) só que o gigante é um tanque de guerra e David não é um pastor de ovelhas e sim um soldado. A filha do rei não será seu prêmio, mas sim mais uma conquista sua. O príncipe herdeiro não é o ser mais simpático e não está disposto a deixar que David tenha tanto reconhecimento, assim como sua mãe, a Rainha. Enfim, nem tudo será seguido ao pé da letra, existe a essência, mas Kings tem tudo para marcar por sua originalidade.

No meio de tudo isso existe várias storylines, como por exemplo: a outra família do Rei, que aparentemente ele abandona no quarto episódio. O ex-rei que é mantido com prisioneiro. Ou ainda a homossexualidade do Príncipe Jack, que até agora foi tratada de uma forma fria, mas o filho do Rei é gay! Isso tem que render uma boa história ou pelo menos um escândalo, assim como esse diálogo no primeiro episódio:

“Você realmente quer fazer isso agora? […] O que eu daria por um filho playboy que não consegue manter as calças correndo atrás de mulheres. Mas o que eu tenho, é um filho não mostra interesse por elas… Você achou que eu não sabia? Mantenho fotos da nossa família longe da imprensa há anos. O que você faz à noite com seus garotos depois de fingir que caça mulheres é uma desgraça.”

A citação acima saiu da boca do Rei, nesta cena Ian McShane estava perfeito e até Sebastian Stan, o príncipe, um velho conhecido de Gossip Girl, estava aceitável, mostrando que a série constrói o ator.

Falando em Ian McShane, não foi somente nesta cena que ele estava ótimo, ele brilhou durante todos os episódios exibidos até agora, despontando com um forte candidato a vários prêmios, até sua história estranha sobre o sonho da coroa borboletas teve uma ótima interpretação.

Susanna Thompson, que apesar de ter mostrado a que veio somente no quarto episódio demonstrou que pode ser ótima quando tem um bom roteiro. Sua Rainha é igual a uma Rainha no jogo de xadrez, pois apesar do Rei ser a peça chave e sem ele o jogo acabar, sem ela o reino perde a peça mais articulada e poderosa. Ao ver a construção da personagem e as relações do Rei não pude deixar de compará-la à Nora Walker de Brothers & Sisters, que era traída, sabia disso e fazia de conta que não sabia. Aposto que a Rainha Rose sabe de todos os passos de seu marido, mas mesmo assim se mostra fiel e fica ao seu lado todo o tempo, mas eu tenho quase certeza que essa Rainha tem uma grande história e aguenta essa traição sem um bom motivo.

A princesinha Michelle, é o interesse romântico de David, mas até agora não mostrou a que veio, contudo apesar de ser a típica mocinha boazinha, ela não faz o tipo: “bobinha”; como tantas outras mocinhas de séries (aka. Serena de Gossip Girl) ela apresenta força e me parece que com seus projetos para a saúde que ela tanto debate com o pai, como se fosse uma cidadã comum logo ela ganhará uma boa storyline, e é só questão de tempo.

Já reverendo Reverendo Samuels aparentemente será o mais forte opositor ao Rei e também quem fará David chegar ao poder ou onde estiver planejado a ele. Falando nele, tudo indica que o futuro de David é mesmo ser o Rei, já como Silas disse, uma coroa de borboletas se formou sobre ele certa vez, indicando que ele seria o homem certo para governar Gilboa. Isso aconteceu também a David (em uma cena linda, diga-se de passagem). Então isso realmente significa que David, assim como na bíblia será o futuro Rei, ou não?

15260353160969

“Foi quando apareceram como uma sobra sobre minha cabeça. Olhei para cima… e vi um grande enxame de borboletas, cercando minha cabeça como folhas, numa tempestade, leves. Pousando como uma coroa viva sobre mim… Sinal de Deus para começar!”

Categorias:Kings Tags:
  1. Sara
    4 abril, 2009 às 2:12 pm

    Estava pensando em não ver essa serie, muito por causa do seu possivel cancelamento, mas depois da sua review vou aproveitar e ver..mesmo que por pouco tempo.

    Estou ansiosa pelos seus reviews de Gossip…sempre adoro eles.

  2. vinicius
    4 abril, 2009 às 4:00 pm

    cara mto bom o blog
    mais sinto fala dos posts de Gossip Girl e Heroes
    mais os reviews tao sempre otimos
    vlws

  3. 4 abril, 2009 às 4:08 pm

    Torcendo pra q naum seja cancelada… Quem sabe não fica pelo prestigio? O ruim é q deve ser uma série meio cara para se manter só por prestígio, né?

  4. 4 abril, 2009 às 4:29 pm

    Sara e Vinícius, comentarei Gossip Girl amanhã. Agora Heroes, bem… não assisto.

    Caio, acho que Kings só será salva se a mudarem de dia, acho segunda ou sexta um bom dia para a série. 30 Rock é meio que mantida pelo prestigio, o salário da Tina e do Alec devem ser astrononicos, então não sei, se a série for indicada vários prêmios, Ian McShane consegue algo.

  5. 6 abril, 2009 às 8:33 am

    A série é simplesmente excelente! Mais do que amei…

  6. Luciano Rodrigo
    7 abril, 2009 às 11:52 pm

    Também estou aqui na torcida para que o nao cancelem Kings, pra mim a melhor estreia de 2009, quanto a foto é do piloto sim, estava sem imagens para colocar, flws
    abraçoss

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: