Início > grey's anatomy > Grey’s Anatomy, 5×13: Stairway To Heaven

Grey’s Anatomy, 5×13: Stairway To Heaven

Após um inicio de temporada medonho com pouquíssimos bons momentos, veio o hiatus para Grey’s Anatomy, novos personagens entraram na séries, alguns para fazer ao mínimo uma participação, mas foi evidente que esses personagens deram um novo fôlego para a série e com o fim de alguns arcos neste episódio, Grey’s Anatomy chegou ao seu auge, ou melhor, voltou a ele.

Neste episódio foi evidente a evolução de alguns personagens, de algumas histórias e tudo tão bem feito e tão emocionante, que é até difícil resenhar este episódio, mas acho que não pouparei palavras.

Vou começar por Denny Duquette e Izzie Stevens que neste episódio foram mais “Ghost” do que nunca. Até fiquei procurando Oda Mae Brown personagem de Whoopi Goldberg no filme em algum lugar e tentando entender como aquela história tão confusa do Denny ter ressurgido dos mortos tinha acabado de ficar tão clara e tão semelhante a um dos meus filmes preferidos. É simples, Denny “voltou” dos mortos para ajudar Izzie, só que inicialmente nem ele sabia disse quando ele foi perceber já estava envolvido e amando aquela situação e acabou omitindo de Izzie que ela precisava de ajuda, que provavelmente ela está com problemas.

Eu que inicialmente aprovei, mas logo após reprovei e neste episódio voltei a ficar de acordo com o retorno de Denny. Passei a admirar ainda mais o brilhantismo de Shonda Rimes ao introduzir essa trama. E até sentirei falta de Denny Duquette novamente (se é que ele realmente foi embora). Agora provavelmente será explorada a provável doença de Izzie e acho que não irei resistir aos spoilers e correi até um fã site!

O outro grande ponto positivo do episódio foi novamente Meredith “my devil” Grey. É impressionante ver com essa trama do assassino em série ficou perfeita para a personagem de Ellen Pompeo e é impressionante também ver como ela se saiu bem. Justamente ela que sempre de desagradou por sua canastrice. Meredith emocionou e provavelmente teve um de seus melhores momentos na série.

Outra trama que acabou foi à briga enfadonha de Mer e Christina (aparentemente esse episódio foi o que mais modificou a série em tempos) e foi tão bom ver as duas novamente juntas, mesmo que tenha sido somente por alguns minutos do fim do episódio, mas foi bom, muito bom! Falando na Christina, seu romance com o Dr. Hunt está, finalmente me empolgando, o auge da relação dos dois foi no episódio passado, mas eles ainda conseguiram ter bons momentos nesse, principalmente quando McArmy explicou os planos que ele havia bolado para os dois na noite anterior.

Miranda que cansou nos episódios passados melhorou significativamente neste, mas ainda continua uma mala sem alça. Dra. Arizona que teve minha total aprovação nos durante todo o arco da história do garoto Jackson tem de continuar na série, não sei, mas Shonda crie um McKid para a personagem! Sobre Chefe, posso dizer que adorei a abordagem mais uma vez de desligada ou não dos aparelhos de uma pessoa que sofreu morte cerebral. Sobre Karev, O’Malley e Derek não tenho muito a acrescentar. Achei que Sloan ficou bem apagado com sua história do pênis quebrado e levou Callie e Lixie juntas com ele. Mas no fim Little Grey e ele renderam um bom momento, o casal enfim deslanchou!

Por fim e extremamente importante, o desfecho do arco de William Dunn (até resolvi comentar toda a trama de Ellen Pompeo lá em cima para não misturar as coisas). Eric Stoltz não agradou ninguém em sua primeira aparição na série, já em seu segundo episódio começou a marcar seu espaço, devo ter comentado em algum canto sobre ter adorado a cena do elevador onde William oferece seus órgãos para Jackson e também a última cena do segundo episódio, que me arrepiou profundamente onde o personagem começa a bater sua cabeça (recém operada) na grade da cama. Neste episódio, onde foi dado o desfecho da sua história e William foi executado, Eric emocionou mais uma vez e isso é um menção honrável, não só dele, mas também de Shonda, pois nos fazer simpatizar com um serial killer é algo praticamente impossível e que somente com essa combinação poderia dar certo e deu.

Enfim, a maioria dos bons arcos da série chegou ao fim. Agora nos resta saber qual é a doença de Izzie, já que tanto Jackson, quanto William não aparecerão mais e espero que após isso Grey’s continue nesta boa maré. Quero que Dra. Arizona continue na série, que Mer e Christina continuem amigas, que Sloan, Lexie e Callie continuem afiados assim como Shonda Rimes.

Categorias:grey's anatomy Tags:
  1. tina
    26 janeiro, 2009 às 1:32 pm

    excelente episódio! aliás..os últimos 3 foram muito bons!!

    mas qndo a isso: Eric emocionou mais uma vez e isso é um menção honrável, não só dele, mas também de Shonda, pois nos fazer simpatizar com um serial killer é algo praticamente impossível e que somente com essa combinação poderia dar certo e deu.

    não é praticamente impossível…tem DEXTER!

  2. 26 janeiro, 2009 às 1:32 pm

    E eu quero as mesmas coisas que você quer.

  3. 26 janeiro, 2009 às 4:40 pm

    Tina, eu vejo Dexter mais com um justiceiro do que como eu serial. Ele é tipo um vingador ou algo assim. William Dunn queria fazer o mal a qualquer custo e não vingava ninguém.

  4. 26 janeiro, 2009 às 6:04 pm

    Adorei esse arco de episódios. Fazia tempo que Grey’s não tinha pacientes tão bons.
    E quem diria que Ellen Pompeo poderia fazer o que ela fez nesses dois últimos episódios. Ótimo.

  5. 27 janeiro, 2009 às 5:32 am

    Ficou procurando a Whoopi?! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Ainda bem que isso teve um ponto final, já estava doendo meu ovo esquerdo. Quero só ver a doença de Izzie.

    O episódio foi ótimo, o melhor da temporada. O serial killer vai fazer falta. Ele realmente era o que estava dando um gás para a séries nesses últimos episódios.

    Abração!

    p.s.: divulga teus posts no twitter cara. é até melhor para a galera saber quando aqui é atualizado.

  6. 28 janeiro, 2009 às 11:12 pm

    Concordo com tudo a maioria do que vc escreveu. O melhor desse episódio foi que finalmente Izie se deu conta de que está doente. Denny já estava me cansando. Tomara que a série coninue assim até o final da temporada.

  7. 1 fevereiro, 2009 às 1:44 pm

    Excelente review, só discordo quanto a participação da Bailey, ela é o centro emocional do SGH, e quando ela desaba e “cross the line” todos vão atrás! Ellen Pompeo mostrou que grande parte da falta de empatia do puúblico por ela, era devido a sua personagem nada carismática,foi dar uma boa storyline pra atriz que ela deslanchou. A terapia foi a melhor coisa que poderia ter acontecido a Meredith na série. Sobre Denny e Izzie, eu amo os dois, mas a Shonda fez uma opção dramática, que não tem volta, Izzie tem que seguir em frente, e Denny tem que partir. Ver os dois se separarem mais uma vez, partiu meu coração (novamente). E que venha o crossover!

  8. 1 fevereiro, 2009 às 5:51 pm

    Eu gostei do episódio, para falar a verdade foi o melhor da temporada, até agora!

    Meredith está me surpreendendo em todos os aspectos. Tomara que não caminhe em direção contrária logo agora.

    Sempre gostei de Bailey, mesmo com seu jeito “general” de ser, mas nesse episódio ela me comoveu. Adorei ver o seu lado mãe, seu lado mais humano.

    Izzie é um caso a parte. Não curto muito essa história dela com o fantasma do Denny. Vamos ver que surpresa nossos roteiristas prepararam para ela.

  9. 4 fevereiro, 2009 às 6:18 pm

    Eu adorei esse episodio de Grey’s. Um dos melhores da 5ª temp. Ver a Bailey desesperada por seu paciente, a Mer fazendo o errado por uma boa causa e a morte do William foram as partes mais legais do epi.
    Gostei do pensamento sobre ceu e inferno apesar de nao ter sido da Meredith.
    Ate q enfim Denny Duquette disse adeus!!! (espero realmente)
    E ateh o caso do Sloan foi legal! Lexie e ele realmente formaram um casal legal e fofo! Foi a parte comedia do episodio.
    E o George continua um mala!!! Alguem tem q dar um rumo pra ele…

  1. 23 julho, 2009 às 4:58 pm

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: