Início > desperate housewives > Desperate Housewives, 5×12: Connect! Connect!

Desperate Housewives, 5×12: Connect! Connect!

Não sei se esse é um efeito alucinógeno devido ao intenso calor desses últimos dias ou ainda alguma coisa presente na minha água… Mas enfim, para mim “Connect! Connect!” foi o melhor episódio desde “Now You Know” a premiere da 4ª temporada da série.

Talvez eu tenha formado essa opinião por todas as protagonistas terem tido boas histórias. Ou ainda pelo bom roteiro que misturou muito bem o drama com a comédia, formando um perfeito episódio de dramedia. Ou ainda pela participação de Polly Bergen, que estava perfeita e exerceu sua melhor participação na série.

Nada melhor para comprovar isso do que começar pelo pior da temporada, que neste episódio acabou se saindo muito bem, Susan! Teri Hatcher, nunca mais foi à mesma após da 1ª temporada – Já cansei de comentar isso – na temporada passada eu só me lembro de um bom episódio seu (Episódio “Mother Said”) e nesta temporada ela vinha vindo muita mal. Mas até este episódio.

Eu ainda não consegui entender se minha aprovação pela história da Susan desta vez veio por causa de sua provável mudança de caráter, bela boa atuação de Teri ou ainda pelo destaque dado a Nicollette Sheridan na trama, que sempre teve uma boa química com Teri. Só sei que ela ou elas agradaram. Uma história boba, que se tornou legal e agradou.

Já com Gaby é outra história. Não sei se é pela mudança do rumo da trama desses últimos episódios, mas Gabrielle Solis vem perdendo seu destaque nesses dois últimos episódios. Ela continua agradando (neste até mais que no outro), mas as cenas e o destaque da personagem diminuíram. Eva está tendo que dividir seu espaço com Felicity Huffman, que voltou a render bons momentos na história. Aliás, as duas estão se tornando os maiores nomes da série e deixando Marcia Cross para trás, apesar de a última continuar sendo brilhante.

Na trama da Lynette que como eu já disse está em plena ascendência e ainda tivemos direito a brilhante participação de Polly Bergen mais uma vez como Stella, a mãe de Lynette.

Polly até apareceu no episódio anterior, mas foi neste que ela deu seu show – como eu já havia imaginado – Lynette e Stella conseguiriam levar o episódio nas costas, duas atrizes brilhantes com duas personagens no mesmo nível. E como eu havia imaginado também, todo um clima de mistério se instaurou no ar para saber por que Lynette mandou sua mãe para o asilo. Um desfecho de história muito bom e com um ótimo momento das duas atrizes – E quer saber? Eu aposto com qualquer um que Polly será indicada ao Emmy (novamente) por essa participação na série. Alguém dúvida?

Ainda com todo esse destaque das outras atrizes, teve espaço para Marcia, que nesta temporada vem mantendo um nível muito bom de destaque na série e sempre sendo uma das melhores. Desta vez Bree viu que além de um ex-ator pornô, Alex o noivo de Andrew também não ouve e nem agüenta as suas manipulações. Prova disso foi ele ter enfrentado ela por causa do Orson. Uma história muito boa e parece que o noivo de Andrew está agradando, não duvido muito que o personagem vire logo, logo recorrente na série.

Por fim, já tradicionalmente o decorrer do mistério da temporada: Dave que foi expulso da casa de Edie e acabou sendo convidado por Mike para morar em sua casa. Lá o loiro platinado acabou percebendo que Mike ama Katherine e mudou seu alvo de vingança que antes era Susan para a Sra. Mayfair. Para os que reclamam que Katherine tem pouco destaque aí esta a declaração de que Dana Delany terá algumas cenas a mais, porém isso não quer garantir que a personagem terá futuro na série, pois Dave é igual a assassino, ou não?

  1. 16 janeiro, 2009 às 1:15 pm

    Você com certeza foi uma minoria quanto à aprovação desse apisódio…. Vários blogs foram indiferentes à ele, mas eu pelo menos fui indiferente… Foi simplesmente um episódio de metade de temporada de DH. Engraçado e sem compromisso

  2. jvandekamp
    16 janeiro, 2009 às 2:08 pm

    Acho que não, Michael. Este episódio, ao contrário da maioria desta temporada, foi um dos melhores de há muito tempo. Nada de “enorme” nem “especial” aconteceu. Mas não foi preciso. Com este “Connect! Connect!” a série provou novamente que não é preciso nada bombástico para se fazer um bom episódio. As storylines foram óptimas e eu também não duvido que a (maravilhosa!) Polly Bergen receba mais uma indicação nos Emmy. Só há duas coisas a melhorar: Eva e Marcia (que estiveram muito bem no início da temporada) melhorarem até à Season Finale e Katherine! Por favor! Ela tem de deixar de ser uma “figurante de luxo”!

  3. 16 janeiro, 2009 às 5:00 pm

    Jura que você acha que esse é o melhor desde “Now You Know” ? Eu acho que sou a única pessoa no mundo que gosta do episódio do furacão. Além disso eu gostei da season finale (ou pelo menos da segunda parte dela), com o marido da Katherine tocando o terror, e Lee e Bob brigando na festa de compromisso.

  4. 16 janeiro, 2009 às 5:11 pm

    @Thais: Eu gostei do furacão, mas ele prometia muito e cumpriu pouco. Gostei desse episódio porque ele não prometeu nada e me surpreendeu. Criar expectativas para os episódios de DH é desapontante.

    @jvandekamp: Disso tudo. Por isso amei o episódio.

    @Michael: Eu vi que sou a minoria mesmo. Mas fazer o que? Eu adorei Connect! Connect!

  5. 16 janeiro, 2009 às 5:17 pm

    @Thais? rsrsrs Maurício, você anda usando demais o Twitter.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: