Início > desperate housewives > Desperate Housewives, 5×10: A Vision’s Just a Vision

Desperate Housewives, 5×10: A Vision’s Just a Vision

dh1

Eu não irei cansar de repetir que o episódio do incêndio foi um divisor para a trama de Desperate Housewives. Logo após esse episódio veio um em que as coisas começaram a se acertar e um novo caminho começou a ser traçado. Já no décimo episódio da temporada, finalmente Desperate Housewives teve um episódio digno de toda sua fama. E, por sinal “A Vision’s Just a Vison” foi o melhor episódio de toda atual temporada.

Um dos grandes motivos deste episódio ser considerado o melhor da temporada, é por ele ter recorrido a um recurso que eu sempre cobro da série. DH tem muitos personagens. Muitos mesmo, e, por várias vezes eles acabam sub-existindo dentro de tanta confusão. A série finalmente usou seus figurantes de luxo ou coadjuvantes esquecidos, como preferirem.

Com por exemplo Bob & Lee, o casal gay de Desperate Housewives que havia vindo para causar. Mas, eles causaram algo? Lee e seu parceiro acabaram esquecidos pelos roteiristas da série, por muitas vezes só figuram na série e às vezes nem isso. E, cá entre nós, eles são tão legais. Eles são a cara de toda essa confusão que é a série. Neste episódio além do Bob ter se tornado o advogado dos Scavo, ele junto com o Lee participaram de toda a descoberta sobre o namorado do Andrew ter feito um filme pornô, foi tão legal, fora que os dois são brilhantes atores.

Falando no Andrew, esse é outro personagem que teve seu velho espaço relembrado. Pois após a segunda temporada Andrew acabou sendo tão bem domesticado pela Bree que ele acabou perdendo a graça. E, com o passar do tempo acabou virando somente mais um morador da casa dos Hodge, além de ser o filho-agente de uma mulher de sucesso. Mas, nesse episódio ele estava tão engraçadinho e existem algumas piadas que são tão Andrew que nenhum outro personagem poderia dizer, adoro sua naturalidade. Fora que Andrew soube tocar, fazia tempo que eu não vi um momento tão meigo entre ele a Bree, até porque nos últimos episódios ele só a mandava atender ao telefone. Uma coisa: Mais um casamento gay na série?

Katherine é a outra fênix da série. Mas a personagem da Dana, já a uns três episódios tem recuperando seu espaço – Afinal ela é ou não uma desperate? – e foi nesse episódio que nós podemos dizer que a personagem retornou ao comando. Sou tão a favor desse romance entre ela e o Mike, nem é tanto por eles, mas sim por saber que Mike e Susan não têm mais futuro, aliás, nunca tiveram. E, é tão legal ver o MJ bancando o malcriado, e, judiando da Katherine.

Retornando a Bob & Lee. Ou, melhor somente o primeiro. Lynette precisava de um advogado para seu filho e nada melhor que seu vizinho desocupado, não? A trama da Felicity ainda não convence, mas eu não posso negar que não houve uma ligeira melhora com tudo isso. Lynette está mais desesperada, e, em algumas cenas ela até me lembrou seus velhos tempos. Aqueles em que ela dançava no balcão do bar ou ainda vestia uma roupa com a etiqueta só para não comprá-la. Ela invadindo a casa da Edie foi um desses momentos. A Lynette atrapalhada, mas não estúpida está de volta! Ainda bem.

E, foi enquanto a Lynette invadia a casa da Edie, que o mistério da temporada voltou a ganhar fôlego. Pois, como disse meu amigo Antônio Prado, Lila e sua filhinha foram realmente um surto de loucura do Dave ou foi um momento de mediunidade? Ok, eu seria isso seria muito “Denny Duquette retorna dos mortos”, mas, em Desperate isso seria até mais plausível, não? Além do mais Marc Cherry sempre “pegar” referências de outras séries. Mas, eu ainda aposto na hipótese da sanidade do Dave. Porém, eu acho que ainda existe mais caroço de baixo desse angu. Afinal foi somente nesse episódio que nós descobrimos que quem irá sofrer não é Mike, mas sim seus entes queridos: Susan, MJ e talvez Katherine. O que poderia fazer a última a voltar se aliar a Karen e sua irmã, que por sinal sumiram da série! (Em meio de tantos retornos, alguém teria de sumir, não?)

Por fim, tivemos Gaby e Carlos. Para mim os dois ainda são a melhor coisa da temporada. Eu amo os momentos cômicos da Eva. Mas, também adoro os climinhas românticos entre ela e seu marido. Carlos e Gaby fazem um par romântico tão legal! É aquele típico amor ordinário. E, finalmente Carlos recuperou a visão. Já não era sem tempo!

  1. Hugo
    11 dezembro, 2008 às 11:08 am

    Tambem achei esse episodio um dos melhores da temporada, sou meio suspeito pra falar , mas acho que a historia da Lynette nunca se perde, sempre um “folego” novo aparece e a historia dela fica muito interessante e nada enjoativa.

  2. jvandekamp
    11 dezembro, 2008 às 2:27 pm

    Isto acontece sempre… Depois de fazer a minha review ao episódio e depois de ler a sua, fico sempre arrependido do que escrevi.
    Este episódio foi bom, mas não o considero o melhor da temporada. E espero bem que façam melhor! Pelos vistos, “City on Fire” foi mesmo um divisor de águas…

  3. 11 dezembro, 2008 às 11:21 pm

    Eu também gostei bastante da trama da Lynette nesse episódio. Acho que foi só a Anne Schilling sair de cena para tudo melhorar. Gail O’Grady que me perdoe, mas a personagem era muito fraca. Tanta coisa aconteceu nesse episódio que eu passei um sufoco para escrever tudo na minha review (e isso é ótimo). Sinto que todas as séries que eu gosto estão apresentando seus melhores exemplares da temporada nessa semana, encerrando de forma muito digna essa fase pré-hiatus de fim de ano.

  4. 17 dezembro, 2008 às 11:07 am

    Eu estou assistindo a 1ª temporada de Desperate Housewives ainda. E tô amando! Não vejo a hora de ver as outras hahaha🙂

    :*

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: