Início > séries > Fringe: Uma ciência furada.

Fringe: Uma ciência furada.

Eu iria re-comentar a piloto de Fringe, mas, concordem comigo, re-comentar o quê? Nada foi mudado. E eu não estou afim de ver essa mistura mal feita de Arquivo X com Lost como muitos andam dizendo por ai. Quem quiser ler o que eu pensei quando o pré-air vazou é só continuar lendo (com algumas mudanças), pois, eu no máximo, como muita boa vontade e tempo livre irei comentar o próximo episódio.

No ano passado por volta do começo do segundo semestre, vários e vários pilotos vazaram, e, esses vazamentos serviram como uma espécie de teste, já que muitos supostos furos foram concertados e alguns pilotos completamente modificados. E, para começar com o pé direito a safra de vazamentos de 2008, Fringe, a nova promessa de sucesso de J. J. Abrams, vazou. Eu sinceramente, espero que quando Fringe for realmente estrear, ela venha com muitas, mas muitas modificações…

Acho que todas as pessoas esperavam muito da série, e quem viu o piloto sabe que série não é lá grandes coisas e que muita coisa precisa ser melhorada. Então, deixem-me apresentar os pontos negativos, os erros graves e alguns acertos da série.

A premissa de Fringe é ótima, a série mistura vários temas ótimos, que nunca foram abordados e que são altamente polêmicos, como: reanimação, invasão de mentes e o poder da mente. Porém, existem vários contras contra isso na série, tudo aparentemente jogado na série, não foram feitas muitas pesquisas e alguns desses temas batem de frente com outros.

O elenco e os personagens também são um outro ponto fraco da série. Eu poderia comparar essa situação com Lost, Olivia Dunham seria uma espécie de Kate Austen de Fringe, só que com muito menos carisma e com uma atriz bem inferior. Já que Ana Torv foi muito seca, sem emoções, gélida. Já Dr. Walter Bishop se apresentou uma espécie de John Locke, aquele homem que acredita, que tem fé e que sofreu muito. John Noble até que não é tão ruim, mas mesmo assim, para a expectativa criada em cima da série ele fica devendo.

Agora, qual é o mistério de Fringe? O vôo 617 chega em Boston com todos seus passageiros mortos, Olivia Dunham entra no caso, investiga, e, é descoberto que uma espécie de um vírus matou à todos. Olivia vai atrás do único homem que poderia a ajudar. Ele salva seu namorado, esse que era um cúmplice do que aconteceu no avião. E, todos os expectadores vêem no final do episódio quem está por de trás de tudo. Tudo foi solucionado, não nos deixaram nenhum mistério! É óbvio que aparecerão novos mistérios, mas o piloto tinha que ter deixado um gancho, alguma coisa que nos fizesse roer de curiosidade. A série não deixou nenhum splot grande e não agradou.

Uma coisa que eu achei legal, na verdade adorei. Foi a primeira cena da série, ver todas aquelas pessoas tipo que derretendo, os corpos se desfazendo. E, por último o maxilar inferior do co-piloto caindo, foi de tirar o folêgo. Um show de efeitos, e olha que ainda eles nem foram finalizados. Mal posso esperar para ver o piloto finalizado.

Porém, digamos que o roteiro de Fringe foi surpreendente, não bom, mas surpreendente. Algo que em qualquer série seria considerado um clichê, em Fringe foi considerado um ótima reviravolta. Acho que ninguém esperava que o namorado da Olivia fosse o bad guy. Ainda mais depois dele ter sido infectado com o vírus.

Conclusão final: Gostei de Fringe? Apesar de tantos defeitos citados acima, sim, eu gostei. Lógico que muita coisa tem de melhorar. E, eu aposto que irá. Acho que ninguém cai nessa de pilotos que vazam, né? Eu tinha gostado quando eu achava que o piloto seria modificado e as coisas melhores.

Review publicado originalmente em 21 de Junho.

Categorias:séries
  1. 14 setembro, 2008 às 12:14 pm

    Cara nao li todo o texto porque estou a ver esse episódio hoje a noiteee. Mas vou lhe contar, quando vi o piloto que vazou eu gostei bastanteee… Eu estou com gdes expectativas em relaççao a série e tenho medo de me enganar! HUASDHUAH

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: