Início > private practice > Private Practice.

Private Practice.

Apesar de todos, mas todos as pessoas que passaram pelo blog nesses últimos dias terem comentado que Grey’s é muito superior a Private Practice, nada me animou a encarar quatro temporadas de uma série que eu tenho outra bem similar e só com nove episódios. E, também Private Practice é bem legal, e melhora a cada episódio.

Eu achei o piloto da série muito bom, não foi uma coisa primorosa mas, me animou para encarar mais alguns episódios. Os dois episódios seguintes também foram ótimos, foram eles que me fizeram ficar meio que viciado na série nessa época de estiagem de produtos de boa qualidade. Já os outros três episódios que seguiram foram meio que monótonos, me fizeram desanimar um pouquinho, mas, depois, tudo voltar a melhorar e os últimos três episódios da série foram ótimos, e me fizeram ficar mais que ansioso pela próxima temporada.

Nunca gosto dessas histórinhas muito tradicionais, onde o mocinho quer ficar com a mocinha e sempre tem alguém para separar os dois, seja o destino ou uma pessoa, também nunca gostei de ver aqueles dramas bobos, onde todo mundo chora atoa e para tudo é feito uma tempestade em um copo d’agua e nem daquelas situações que eu julgo ridículas, onde ótimos atores se expõe ao ridículo para tentar ganhar um pouquinho de audiência. Porém Private Practice tem basicamente todo isso, e mesmo assim eu fiquei fissurado.

O que eu diria se eu visse em uma outra série, um local onde todos se vêem todos os dias, onde todos se amam e eu sei que no final da série provavelmente vários casais serão feitos deste ambiente? Provavelmente eu berraria “CLICHÊ!”. Eu também não gostaria nada dos casos médicos que nem sempre são lá grandes coisas. Também muito menos agüentaria ver um asilo onde os velhinhos lutam boxe na surdina. E, de jeito nenhum suportaria ver um ídolo meu se expor ao ridículo, pois aquela cena da Kate Walsh com o chuveirinho foi o momento vergonha alheia de toda a temporada. Mas, como eu disse acima eu gostei de boa parte dessa besteiras (Com exceção da Kate e o chuveirinho).

Esse tais romances previsíveis são tão legais, eu torço tanto para a Violet terminar a série com o Cooper e para a Naomi não ficar com o Sam, mas sim com o Dell. Só não torço para Addison ficar com o Pete, pois o personagem é tão, mas tão sem-graça, ele até sofreu uma modificada, mas mesmo assim não é um par à altura da Add.

Já os casos “tempestade no copo d’agua” são tão emocionantes, o que dizer daquele episódio que a Addison e o Pete fazem o parto daquela mulher nem uma piscininha? A Addison entrando na banheira foi o máximo, e a atuação do elenco naquela cena foi ótima. E, também a “Batgirl”? Nesses momentos é que a Kate Walsh me emociona e me faz rir ao mesmo tempo

Uma outra coisa que eu gostei de ver na série foram as participações especiais, em nove episódios eu vi quatro rostos que eu reconheço a milhas, primeiro foi a Charlote de Lost que aparece no piloto, depois a Alma Hodge de Desperate Housewives, na seqüência foi o Goodwin também de Lost e após isso, no episódio da “batgirl” a Danielle também de Desperate Housewives deram as caras na série. Só a título do curiosidade o pessoal de Desperate Housewives foi bem superior ao de Lost no quesito atuação. A Joy Lauren (Danielle Van de Kamp) foi excelente como Darcy, a mãe da “batgirl”.

Outra coisa que eu tinha de comentar é que o elenco fixo da série é ótimo, pra quê não dizer fantástico. O elenco feminino da série é um dos melhores que eu já vi, todas as quatro (incluo KaDee Strickland) sabem emocionar e o masculino não desaponta não, principalmente por Paul Adelstein que o a auge da série muitas vezes.

Private Practice é muito legal, com toda certeza vou acompanhar a próxima temporada e não me interessa nenhum pouco que Grey’s é melhor. Já estou satisfeito com PP.

  1. 10 julho, 2008 às 10:50 pm

    Private Practice é legal, mas gostei mesmo por causa da Dra. Addison! Em PP a personagem mudou um pouco, porque o tom da série é um pouco diferente, mas só vi alguns episódios (uns 5 eu acho), e parei para dar prioridade à outras séries e até hoje não fui atrás de ver os resto…
    Bem que algum canal podia comprar a série né? Talvez assim eu assistisse os outros episódios.

  2. 11 julho, 2008 às 10:15 am

    HAUSHDUH! Bom cara eu vou lhe que tb gostei muito de PP. Mais comecei a ver a série só por causa da Kate Walsh, só mesmoo. ela era minha preferida em Grey’s e quando saiu da serie eu fikei com muita raivaaa!

    Mais dexa eu lhe perguntar uma coisa; HASUDHSH! Entao se por acaso PP fosse cancelada e Addison voltasse para Grey’s, tú começaria assistir? HUAHSUDHUH

  3. 11 julho, 2008 às 11:29 am

    Lucas, é um caso a se pensar…

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: