Início > lost > O que o futuro reservou…

O que o futuro reservou…

Lost: 4×01 à 4×05

Me lembro de uma certa vez aqui no blog, onde eu fazia um review do episódio Jal da segunda temporada de Skins, nesse episódio a garota descobre que está grávida e no título da postagem eu me perguntava, “O que o futuro tem para nós”. Isso era um enigma, a Jal estava grávida, pensando em abortar e com medo de tudo. Mas, e quando você sabe o futuro? Isso estraga a surpresa? Eis que eu chego em LOST.

LOST ficou conhecido por inovar nessa quarta temporada, esses flashfowards, essa coisa de saber o que acontecerá. Para ser sincero no começo eu não gostei disso, os três primeiros episódios com esses tais de flashfowards não me agradam, mas depois disso eu entendi a intenção desses flashs. A intenção deles é nos fazer interessar pelos meios, já que os fins estão bem na nossa cara. Lembram daquele ditado: “Os meios não justificam os fins”?. Agora nos sabemos o fim – Claro que alguns fatos foram deixados de lado – e estamos loucos para descobrir como que tudo chegou nessa situação.

Com esses flashfowards fiquei super curioso para saber porque Jack se tornou que ele é, e porque aparentemente ele quer voltar para a ilha. Quero saber o porque do Locke estar sendo tão odiado. Quero saber como o Kate pegou o bebê da Claire, e porque todo mundo acha que o bebê é dela. Como o Sayid tornou-se um matador aos serviços do Ben. E, o que aquele suposto advogado da Oceanic (Que também faz Fringe) quer com os Six da Oceanic?

E o que falar dos novos personagens? Porque ele foram unidos? Eu faria um comentário igual a da Naomi, já que eles nãos servem para nada, não saberiam sobreviver sozinhos. Mas como LOST tem um quesito que une tudo, o DESTINO, nos vimos que Frank Lapidus era para ter sido o verdadeiro piloto do vôo 815, que Miles Straume é um paranormal, Daniel Faraday um físico que entende de viagens no tempo e também, Charlotte Lewis uma antropóloga, que encontrou o esqueleto de um urso polar no meio de um deserto, e junto com o urso o símbolo do Dharma . E, a Naomi seria a guerreira deste grupo, aquela que lutaria por todos e daria a vida por eles. E todos eles estão atrás de uma pessoa, Ben Linus.

Como disse no começo da postagem, eu não tinha gostado dos flashfowards no ínicio, mas com a chegada do FF do Sayid… Tudo mudou, o cara que sempre se mostrou arrependido por torturar pessoas, acabou virando um assassino fora da ilha e com uma lista de pessoas que ele deverá executar. Meu Deus!

E o FF da Kate então? Sempre me perguntei porque ela queria ir embora da ilha, já que quando ela saísse ela seria julgada por todos seus crimes (E, olha são muitos). Mas, após os Six da Oceanic – Jack, Hurley, Kate, Aaron e…. Sun? – Eles ficam conhecidos como heróis, então ponto a favor da Kate, afinal, que irá condenar um heroína? No final das contas ela é condenada a cumprir dez em liberdade condicional, sem poder sair do seu estado. (E eu pensando que todos voltariam para a ilha algum dia).

Agora, eu me pergunto (Não quero resposta). Se Jack, Hurley, Kate, Sayid, Aaron e Sun são os Oceanic Six, o que Locke – Que eu sei que está no caixão -, Ben – Que já apareceu -, são considerados. Será que eles são o “Bad Guys”?

E, o que falar do episódios “The Constant”? Simplesmente sensacional! Desmond que se tornou um dos meus personagens favoritos, fala após três anos com seu eterno amor, Penny. E, quem é o amigo do Desmond e Sayid que esta no navio? Será o Michael? – Fontes me dizem que sim, e isso até que faria sentido.

Semana quem vem com toda a certeza eu termino com LOST!

Categorias:lost Tags:
  1. 25 junho, 2008 às 11:22 pm

    Boa pergunta…Quando souber a resposta me diz tá! =P

  2. 26 junho, 2008 às 9:07 am

    Opa! Entrei no blog e vi tantas mudanças! HAUSDHUASH!!! é que fazia um tempinho que eu não passava por aqui, aliás ultimamente nao to passando em quase nenhum blog! O tempo aqui nao esta ajudandoo!

    Mais entao, que bom que chegou na 4ª Temporada de Lost! Foi uma temporada que deu gosto de ver, no começo eu tb estranhei os novos “Flashes” mais aos poucos me acostumei! Com certeza o episódio The Constant entrou para a história da série, pra mim foi um dos melhores que toda a serie teve! o romance entre D & P é maravilhoso! Gostei muito do teu texto, vamos ver oq vai achar dos proximos episodio!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: