Início > desperate housewives > Happy Mother’s Day.

Happy Mother’s Day.

Desperate Housewives: 4×15 – Mother Side

Vendo pelos dois episódios anteriores, eu estava pronto para pegar pesado com as vizinhas de Wisteria Lane nesta postagem, mas não tem como, o episódio foi cheio de reviravoltas, mistérios, situações dramáticas e com um ótimo toque de humor dado pela Celia Weston em companhia da Teri Hatcher.

Para ser sincero nunca tinha ouvido falar da Celia Weston (Adele Delfino) e, também, até eu começar a assistir o episódio estava bem receoso com sua participação na série. Mas começando o episódio, e vendo a Celia como a mais perfeita e insuportável sogra que poderia ser dada a Susan, tudo mudou. Suas “dicas” e suas tentativas de ser amável, mesmo não sendo, foram engraçadíssimas, só perdendo para Teri Hatcher, nas cenas do restaurante e quando ela começa a sentir as reais contrações, ela foi ótima. Bem, parece que Maynard chegou.

Por falar em pessoas chegando, em Wisteria Lane existem pessoas indo… Certa vez, Marc Cherry deu a seguinte declaração: “Edie vai cruzar uma linha moral que ela nunca cruzou no show e isso vai ter conseqüências tão devastadoras que deve levá-la a uma conclusão chocante em sua última temporada em Wisteria Lane” – Tá bom Cherry, você exagerou, a Edie não fez nada do que ela não fez até agora -, Eu realmente não acredito que a Nicollette tenha deixado a série, mas, não é o momento de falar sobre isso.

Parece que nos finais de temporada o “pessoal” por de trás de “Desperate Housewives” decide aproveitar a Edie, tentando compensar sua ausência durante toda temporada e dar a ela um grande espaço, foi assim na segunda temporada quando ela começou a travar uma guerra com a Susan, na terceira com o seu falso suicido e também está sendo assim na quarta, com essa briga com a Bree por causa do Orson.

Durante quase todas as outras temporadas a Edie foi um das minhas personagens preferidas, superando por muitas vez a Gaby e a Susan no meu podium imaginário, mas com o passar o tempo ela foi perdendo sua graça, porém, neste episódio eu vi a velha Edie de volta. Eu realmente sofri com ela, quando as outras desperates disseram que ela passara a ser invisível, eu vi aquela que tomava algumas medidas desesperadas para ser aceita. Para mim sempre foi e será um erro a Edie não ser uma personagem melhor aproveitada. E, no fim deste episódio eu vejo, mas uma vez a Edie chamando toda a atenção e abandonando Westeria Lane. Mas como eu disse, eu duvido que a Nicollette sairá e aposto que daqui cinco anos no máximo ela estará de volta. ^^

Que mania, não? Falar do milagre más não falar do santo. E, o santo, ou melhor santa desta vez chamasse Bree Hodge, foi ela o verdadeira causa da Edie ter deixado Fairview. Estou sentindo a Marcia Cross tão apagada nos últimos episódios, nem de longe ela lembra a descontrolada Bree das temporadas anteriores, aquela que trocou a gravata do defunto Rex e também internou o filho em “centro para garotos”. Também essa história de divórcio da Bree não colou. Cadê aquela mulher que faria qualquer coisa para manter as aparências? Aquele que guarda as emoções em uma caixinha no fundo do armário? É, não pensaram muito nesta história da ex-senhora Hodge.

Se uma história enrolou e cansou, outra acabou desenrolando e me agradando. Estou adorando essa história dos Scavos, e ainda mais em ver todos eles tão ativos na história. O Tom que eu sempre adorei voltou a ser um simples pai, e não aquele marido ciumento. A Kayla acabou virando um adorável vilã – Eu adoro vilões -, e até o senhor Parker Scavo voltou a aparecer. Apesar da trama não ter uma história super dramática, Lynette e sua família estão muito bem e estão me agradando. Agora que eu fui entender umas notícias do que a atriz que faz a Kayla estava adorando ser má na série.

Os dois são mais para bandidos que para mocinhos, mas Gaby e Carlos começaram a trabalhar para a policia. Me lembro bem do começo desta temporada, onde a Eva Longoria estava brilhante, talvez… talvez não, com toda a certeza isso tenha sido pela presença do Victor Lang, ela acabou forçado uma carga dramática a mais para personagem e a Eva saiu-se muito bem., dalé “Smiles of a Summer Night”. Agora trabalhar para o policia? Vamos ver onde isso vai dar.

Os Mayfair sempre ficam por último, não me perguntem, eu não sei o porquê. Não preciso nem comentar, Dana Delany brilhante, a melhor atriz dramática atualmente do elenco, Lindsay Fonseca também vem vindo muito. Eu só não gosto do pai, que na verdade nem é pai da garota, mas nada demais. Estou mais que ansioso para saber o que aconteceu com a verdadeira Dyla, não sei porque mas acho que aquela marca no chão tem a haver com isso.

Próximo episódio a ser comentado: A finale, duas hora de “Desperate Housewives”, o fim do mistério dos Mayfair, o salto de cinco anos e talvez a presença de Gale Harold. Mal posso esperar, na verdade nunca esperei tanto por uma finale de “Desperate Housewives”.

  1. 17 maio, 2008 às 5:37 pm

    Confesso que nao li o seu texto, mas nem foi por preguiça. foi por medo de Spoiler mesmo, ainda estou na season 3. aliás ainda vou começar =D.
    Apesar de uma segunda temporada fraca, depois de uma primeira muito boa, eu continuo gostando da série. e pretendo adiantar logo pra seguir os próximos inéditos.

    flws

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: