Início > desperate housewives > Lindando com as emoções.

Lindando com as emoções.

Desperate Housewives: 4×13 – Hello, little girl.

Já passaram-se três episódios desde a volta pós-greve de “Desperate Housewives”, os dois primeiro foram ótimos, misturam a comédia, o mistério e o drama, na dose certa. Mas, “Hello, little girl” me decepcionou e acabou sendo somente um episódio fundamental para o mistério dos “Mayfair”.

Eva Longoria, acabou contracenando o episódio inteiro com um cachorro. Deu para ver que essa história da cegueira do Carlos não vai render por muito tempo, espero que logo aconteça algum “milagre” e ele volte a enxergar, porque não há muitas situações a serem abordas, ainda mas com a Gabrielle, a personagem fútil e sem coração da série e não vai adiantar ela virar uma santa de uma hora para a outra, isso não vai colar.

Por muitos a Edie nem é considerada uma “desperate”, e agora com a Katherine em Wisteria Lane, e com hipótese da Dana continuar por mais algumas temporadas na série, não vejo mais opções para a Nicollette, nesses episódios pós-greve ela não teve nem três cenas, e as que teve foi graças a história sem-graça da Gaby. Uma pena, já que gosto muito da Edie, e para mim ela é sim uma “desperate”. Escrevendo isso lembrei-me de uma entrevista do Marc Cherry, onde ele diz que a Edie irá fazer algo de muito mau, e que seu destino é incerto, bem, suponho que essa temporada seja o fim para ela, ainda mais como eu já disse com a entrada efeitiva da Dana no elenco.

Tom culpado? Que nada! Por essa eu não esperava e achei bem difícil de engolir, Porter e Preston foram os incendiários? É, muito difícil de engolir, esperava um desfecho mais emocionante para esse mini mistério. Fico me perguntado, pra quê esse história serviu? Nada! A Lynette sempre tem ótimas histórias, mas desta vez pecaram em seu roteiro. E, depois querem ver a Felicity no Emmy…

Bree e Susan… Em nenhuma das temporadas elas foram tão próximas, ouve desabafos entre as duas, e a Bree até ensinou a Susan a lidar com suas emoções, como por tudo dentro de uma “caixinha” e deixar lá, em uma armário, esperando a hora certa de se mexer com elas. Mas, tudo veio a chão neste episódio, o Mike – Que se Deus quiser sairá da série – contou a Susan que foi o Orson que o atropelou, e ela movida pelas emoções, foi lá tirar satisfações e contou tudo a Bree, que por sua vez largou de seu esposo, o que acabou desfazendo um dos casais mais legais das séries.

E, por fim, os Mayfair. Graças a festa organizada pela Bree e a Katherine, o pai da Dylan acabou a achando e contou a “verdade” para ela, mas logicamente a verdade que o convém, a parece-me que a Dylan acreditou em tudo, pois até começou a mentir para sua mãe para sair em encontrou ao seu papai. Eu esperava mais de quando isso acontecesse, esperava algo bombástico, o que aconteceu foi algo assim: “Hey, filhinha, vamos conversar?”, isso me faz chegar a conclusão que aquele homem não presta e está querendo jogar a filha contra a mãe.

“Sem-graça”, é assim que eu posso descrever esse episódio. Espero que no próximo tudo melhore!

Não sei se todos já leram a respeito, mas Gale Harold (Queer as Folk) vai entrar na série, parece que para o elenco fixo como o novo marido da Susan, então, isso é sinal que o chato do Denton, irá dar “Tchau” a série. Ótima troca, não agüento mais o James e seu Mike. O Gale irá aparecer na season finale da temporada, e seguirá dai com o salto de cinco anos que a série pretende dar.

  1. 4 maio, 2008 às 5:23 pm

    um episódio fundamental para o mistério dos “Mayfair”

    e eu digo: WHO CARES????
    tipo… sei lá, tirando o episódio da primeira temp, todos os outros foram dispensaveis

    mas adoro a KAt

  2. 4 maio, 2008 às 5:45 pm

    Como assim Mike?

    O episódio serviu para o mistério dos Mayfair com o aparecimento do pai da Dylan, de resto nada.

    E, que episódio da primeira tempora? Se ainda as temporadas fossem interligadas…. ^^

  3. Marco
    4 maio, 2008 às 6:27 pm

    Eu até ia baixar os episódios que passaram nos EUA. Mas acho que vou acompanhar pela Sony msm…

    Os últimos episódios foram tão fraquinhos e esse parece ter ido na mesma onda… Tomara que melhore daqui em diante!

  4. Cayo
    5 maio, 2008 às 8:57 am

    Nossa, foi um dos melhores episódios pós-greves, serviu de muita coisa sim o episódio e sobre o incêndio da história da Lynette, no próximo episódio vc vai entender porque os filhos dela colocaram o fogo, entendeu? ………..

  5. 5 maio, 2008 às 9:38 am

    Eai Cara. HAUSDHSAH!!

    DH, DH! Eu queria mesmo colocar essa serie em dia, mais estou programando pra voltar vê-la quando as temporadas atuais terminarem! Dai vou tentar colocar em dia outras series…

    Volta lah, postei atrasado o review de GG!!

  6. jvandekamp
    7 maio, 2008 às 1:18 pm

    Concordo! Tirem o Denton da frente!
    Na minha opinião, Mike é uma das piores personagens da série (talvez mesmo a pior!) e eu tenho assistido a série com o maior interesse e cuidado para não perder nenhum detalhe desde a sua estreia.
    —————
    Sobre o segredo Mayfair:
    Acho que aquela não é a verdadeira Dylan. Mas sim uma “Dylan” que a Kath roubou. E o Wayne Davis é o pai da falsa “Dylan” – Tudo isto são opiniões.
    —————
    Tive pena do que aconteceu entre Orson e Bree… Como a Bree é a minha personagem favorita e acho que já sofreu muito durante toda a série, pensei que o Orson não lhe iria arranjar mais confusões do que aquelas que houve na 3ª Temporada.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: